sexta-feira, 29 de Outubro de 2010

Textos sobre o Dia das Bruxas

O dia das bruxas

   No dia das bruxas a bruxa foi a caverna. Apareceu um anão e a bruxa perguntou-lhe:
   - O que estás a fazer aqui, anão? Está ali uma mota.
   Apareceu o gigante que tinha um telemóvel e castanhas e a bruxa fez uma poção, misturando muitas coisas. Vejam só: castanhas, uma iguana e uma cenoura. E disse:
   - Minha poção, quero que este homem vá para a ilha.
   Então a bruxa conseguiu mandar o gigante para a ilha.
   A bruxa ficou muito contente e foi para casa dançar.

Gabriel Gomes
n.º 12


A bruxa chamada Oriana

        Era uma vez uma bruxa, que estava a fazer uma poção mágica.
        A bruxinha Oriana vivia numa caverna e tinha uma mota mágica. Ela dizia um sítio e a mota levava-a.
        Havia um gigante que vivia numa ilha e ele só queria castanhas.
        A bruxa e o gigante eram muito amigos e faziam poções juntos.
Ela tinha uma iguana e um irmão chamado Pedro, que era anão e tinha um telemóvel que sabia tudo que lhe perguntassem.
O gigante foi viver com eles, porque a sua casa foi roubada e ele não tinha nada.
E a bruxa Oriana, o Pedro, a iguana e o gigante viveram muito bem lá todos juntos: dançavam, cantavam, brincavam e faziam poções mágicas!

Guilherme Santos
n.º 13


Dia das bruxas

         O dia das bruxas é muito assustador. Eu sou uma bruxa. Só as bruxas modernas é que usam telemóvel e mota, em vez da vassoura, mas eu sou diferente.
         Iguanas, castanhas, olhos de gigantes é a poção que farei na minha caverna, quando recuperar o meu caldeirão, que os anões da ilha me roubaram. Vamos lá!
         - Vem aí a bruxa – disse o anão líder – escondam o caldeirão!
         Piripalapulicisso, traz-me o caldeirão para a minha caverna já!
         Adeus, líder anão, cabeça de papão!
         Pronto, já cheguei à minha caverna. Acho que aqueles anões não se vão meter comigo…

Vanda Pereira
n.º 23

Alunos do 3.º Ano (turma 36) da EB1 da Vergada
29 de Outubro de 2010


Sem comentários: